Are You There ?

Estou ausente de mim. Faz quase dois meses que não escrevo algo aqui.

Estou ausente de mim. Entrei no piloto automático e todos os dias sigo apenas com as minhas obrigações e não com o que me faz feliz.

Estou ausente de mim. As pessoas ainda me veem sorrir, me ouvem dizer que está tudo bem, me observam sem notar o ser sem vida a sua frente.

Estou tão profundamente ausente de mim que já não escuto aquela voz, quase que um sussurro, pedindo para tentar, para mudar, para fazer. Entregar meu corpo ao vazio é bem mais fácil.

Estou ausente de mim. Fico me perguntando quando isso irá passar.

Você me vê, me escuta, me toca, mas eu estou ausente de mim. Perdida em alguma dimensão que foi aberta aqui dentro, por mim mesma.

Não há uma solução rápida, alegre e indolor nessa situação toda. Eu nem sei por onde começar a procurar.

Talvez eu continue ausente de mim.

Até o dia em que me encontrar, ou encontrar aquilo que restar de mim.

ps. lembre-se, a cura nunca é/foi linear.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: